terça-feira, 30 de abril de 2013

Máster universitario en Dirección Pública y Liderazgo Institucional - Universidad de Vigo (España)









Pacote informativo sobre Universidade do Porto



A Universidade do Porto enviou um manual completo sobre os programas de mobilidade que ela oferece para os estudantes e pesquisadores brasileiros. O material ficou muito bom e compartilho com vocês (está neste link http://www.ibe.usp.br/index.php/pt/inicio/2-destaque-portugues/213-quer-estudar-na-universidade-do-porto-saiba-mais-sobre-a-associada-do-ibe?template=ibe-artigos)

Pacote informativo

A pedido do IBE a U.Porto preparou um Pacote Informativo detalhado para os estudantes brasileiros e pesquisadores que querem ir para Portugal. No link o leitor encontrará informações sobre a estrutura da universidade, sua posição em rankings internacionais e formas de acolhimento (como chegar, custo de vida, clima, seguros, alojamento, refeitórios, dentre outros temas).

Clique aqui para obter as informações http://www.ibe.usp.br/images/PDF/UPortoIBEPacote%20informativo2013




INTERNATIONAL CONFERENCE ON QUALITY IN HIGHER EDUCATION - ICQH 2013



INTERNATIONAL CONFERENCE ON QUALITY IN HIGHER EDUCATION
ICQH 2013
Sakarya/ TURKEY
12-14 December 2013

Call for papers

International Conference on Quality in Higher Education (ICQH) aims to provide a multinational platform where the latest trends in quality in higher education is presented and discussed in a friendly environment. Prospective presenters are encouraged to submit proposals for papers and posters/demonstrations that offer theoretical contributions of research results. Presentations should be in Turkish or in English and should address both theoretical issues and research findings.

Furthermore if the presenter is unable to attend the oral presentation, the virtual presentation or video presentation options are available. For further information on how to submit video/virtual presentation, please refer to the Paper Submission section on our website. For paper guidelines, please refer to the Paper Guidelines section.

ICQH 2013 conference is supported by Sakarya University and Governers State University and will take place on December 11-13, 2013 at Sakarya University, Sakarya, Turkey. All full paper presentations will be published in an online proceedings book of ICQH 2013.


We would like to invite you to share your experience and your papers with academicians, teachers and professionals.


Conference Language

The official languages of the conference are English and Turkish. Proposals can be sent and be presented in either language. But all submission proccess will be done in English. Please, submit your proposal according to the following presentation category descriptions in paper guidelines.

Deadlines
Abstract Deadline : December 01, 2013
Full Article Deadline : December 30, 2013
Registration Fee Deadline : December 05, 2013

Edital University of Manchester/GCUB nº 001/2013 – Doutorado em Física – Prêmio Nobel 2010 EPS–University of Manchester – GCUB


Pesquisa WetFeet Career Benchmark 2013 


A WetFeet Career Benchmark 2013 é a maior pesquisa anual de carreira realizada com estudantes no mundo todo, com mais de 400.000 participantes em 24 países. Universidades como Harvard, MIT e Yale participam anualmente e gostaríamos de contar também com o apoio da sua instituição. 

Ao final da pesquisa, as instituições com mais de 30 alunos participantes receberão relatório detalhado com a opinião dos alunos sobre a instituição e seus departamentos (curso, carreira, infra-estrutura). 

Os estudantes participantes concorrem a bolsas de estudos de 1.000 euros, a um Samsung Galaxy Note 1.0. e ganham, de graça, 2 guias de carreira wetfeet e um mês de acesso a biblioteca Evisor´s de webinars de carreira com os melhores especialista do mercado a nível global. 


Link da pesquisa: https://benchmark.wetfeet.com/wix1/p2428446811.aspx?utm_source=general%20link&utm_campaign=brss%202013&reid=1&utm_medium=email&utm_content=initial


UNIVERSUM - Building Brands to Capture Talent

Sign-up for free insights and the latest talent news at:
http://www.universumglobal.com/Universum-news


Participe da pesquisa e concorra a bolsas de estudos de 1.000 euros!

Faça como os estudantes de Harvard, MIT e Yale e participe da pesquisa WetFeet Career Benchmark 2013, pesquisa líder sobre mercado de trabalho e carreira: https://benchmark.wetfeet.com/wix1/p2428446811.aspx?utm_source=general%20link&utm_campaign=brss%202013&reid=1&utm_medium=email&utm_content=initial

Participando da pesquisa você:

- Concorrerá a uma bolsa de estudos UNIVERSUM de 1000 euros

- Concorrerá a um Samsung Galaxy Note 1.0.

- Ganhará 2 guias de carreira wetfeet

- Ganhará um mês de acesso a biblioteca Evisor´s de webinars de carreira com os melhores especialista do mercado a nível global.

A pesquisa WetFeet Career Benchmark 2013 busca descobrir as perspectivas e desejos dos estudantes do Brasil e de outros 21 países em relação a carreira e mercado de trabalho.

Participe!

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Universidade Itinerante do Mar | Universidad Itinerante del Mar



Crise na França


Crise na Espanha


MEO - MY ENGLISH ONLINE



Estudo em Portugal exige que alunos brasileiros dominem inglês


Profissionais brasileiros estão na lanterna quando o assunto é nível de inglês


Perdemos, inclusive, para os emergentes Rússia, China e Índia

Inglês ruim oferecido nas escolas influencia na formação dos alunos

Os profissionais brasileiros têm um dos piores níveis de inglês do mundo. É o que mostra uma pesquisa da GlobalEnglish, especializada em softwares e soluções de inglês para negócios. De acordo com o terceiro e mais recente levantamento, num ranking de 78 países, ocupamos a 70ª posição. 

De 1 a 10, obtivemos nota 3,27. Apesar de ser maior que os 2,95 registrados em 2012, na América Latina ficamos atrás de locais como Venezuela (3,39), Peru (3,88), Bolívia (3,92), Argentina (4,92) e Uruguai (5,03). Também perdemos para os emergentes Rússia (3,95), China (5,03) e Índia (6,32).

Na opinião do diretor da GlobalEnglish no Brasil, José Ricardo Noronha, o nível muito baixo de inglês pode afetar a nossa capacidade de atração de investimentos e de produção dentro das empresas, além de influenciar a capacidade de companhias nacionais e multinacionais de aproveitar grandes talentos. 

Leia o resto da reportagem neste link.


quinta-feira, 25 de abril de 2013

Movilidad Internacional - Escuela Colombiana de Ingeniería Julio Garavito

Compartirle la apertura de la inscripción para los estudiantes en su institución que deseen realizar programas de movilidad (intercambios, pasantías investigativas, dobles titulaciones) iniciando en el segundo semestre de 2013 en nuestra Institución. 

Se adjunta la convocatoria y formulario de solicitud con los requisitos para participar en el programa de movilidad.

Fecha límite para la recepción de solicitudes:

Segundo periodo académico 2013-2

• Postulación: Los documentos se recibirán hasta el 4 de mayo de 2013

• Respuesta: 25 de mayo 25 de 2013

• Fecha de inicio: Julio 29 de 2013

• Fecha de término: Diciembre 10 de 2013



Periodo Intersemestral 2013-i

• Postulación: Los documentos se recibirán hasta el 19 de abril de 2103

• Respuesta: Mayo 17 de 2013

• Fecha de inicio: Mayo 29 de 2013

• Fecha de término: Julio 19 de 2013



Ing. Pablo Daniel Ochoa Fandiño
Oficina de Relaciones Internacionales 
Unidad de Gestión Externa 
ori@escuelaing.edu.co 
Escuela Colombiana de Ingeniería Julio Garavito 
Bogotá, D.C., Colombia




DIVULGAÇÃO 3º ciclo de estudos Direito - FDUP - Candidaturas 2013/2014


Fale inglês fluente e saiba o motivo


Estude Inglês online


Acesse My English Online - MEO e saiba como.



Portugal vive pior momento desde 1974, diz ex-presidente Mário Soares


Ex-primeiro ministro de Portugal (de 1976 a 1978 e de 1983 a 1985) e ex-presidente da República (de 1986 a 1996), Mário Soares tem sido uma das vozes mais críticas em relação às atuais lideranças europeias e aos políticos no poder em seu país – especialmente devido ao programa de ajustamento econômico que poderá deixar em breve 1 milhão de pessoas sem trabalho.

Quando esteve no poder pela segunda vez, Soares implantou (com o apoio do Fundo Monetário Internacional) um programa de estabilidade financeira para enfrentar déficits na balança de pagamentos, a inflação e o desemprego, que afetaram 350 mil pessoas. Ele considera, entretanto, que, em vez de medidas pontuais, o governo de Pedro Passos Coelho se perdeu em dois anos de austeridade.

Em entrevista à Agência Brasil, Mário Soares fala sobre Portugal dos dias atuais e lembra episódios vividos à época da Revolução dos Cravos, que derrubou o regime ditatorial português e hoje (25) completa 39 anos.

Confira os principais trechos da entrevista:

Desemprego na Espanha afeta mais de seis milhões de pessoas

Notícia retirado do site Jornal de Notícias.


MEC tira Portugal do programa Ciência sem Fronteiras


quarta-feira, 24 de abril de 2013

L-LAB



Universidad Autónoma de Ciudad Juárez




Convocatoria de Movilidad Estudiantil de la Universidad Autónoma de Ciudad Juárez para el periodo de agosto-diciembre 2013.


Requisitos documentales solicitados:

  • Formato de solicitud de servicios para estudiantes visitantes
  • Carta postulación dirigida a la Subdirección de Cooperación, Movilidad e Intercambio Académico.
  • Relación de estudios
  • Identificación Oficial (DNI)
  • CURP (copia)
  • Carta de exposición de motivos (Máximo dos cuartillas)
  • Curriculum Vitae.
  • Dos cartas de recomendación académica.
  • Dos fotografías tamaño credencial a color
  • Copia del acta de nacimiento.
  • Visa de turista para Estados Unidos (preferentemente)
  • Comprobante de seguro de Gastos Médicos Mayores que incluya seguro de vida.
  • Comprobante de dominio de idioma español (en caso de lengua extranjera).

Las candidaturas se estarán recibiendo hasta el 15 de mayo del 2013.


Contato:
L. A. E. Yadira Márquez González
Universidad Autónoma de Ciudad Juárez
Ciudad Juárez, Chih., México
correo: ymarquez@uacj.mx

Beijing University of Chemical Technology


China, especially Beijing, is becoming more and more attractive for Brazilians. An increasing number of foreign students would like to study Chinese language in their undergraduate level. In this summer, it was launched a SUMMER Program for Beijing University of Chemical Technology partner universities.

For more information:




2013 Summer School Program - HEC Montréal




http://www.hec.ca/en/international_student/summer_school/index.html



For more information contact:

Marlei Pozzebon
Professora Associada
Departamento de Negócios Internacionais
HEC Montréal
3000 chemin de la Côte-Ste-Catherine
Montréal, QC Canada H3T 2A7
ssp@hec.ca

Universidade do Porto Mobilidade 2013-2014



A candidatura para realização de uma mobilidade estudantil na U.Porto é feita on-line. 

Todas as informações sobre a candidatura, nomeadamente um Manual de Candidatura On-line, estão disponíveis na página http://sigarra.up.pt/up/web_base.gera_pagina?P_pagina=1000355

Nesta mesma página estão igualmente disponíveis todas as informações relativamente a: 
  • Documentos de candidatura 
  • Duração do intercâmbio 
  • Prazos 
  • Ano Académico 
  • Taxas Académicas 
  • Vagas 
  • Seleção do Plano de Estudos – Atenção: as mobilidades com duração de 1 ano académico devem totalizar 60 créditos ECTS no Contrato de Estudos ou 30 créditos ECTS no caso de duração de 1 semestre. 
  • Avaliação da Candidatura 
  • Visto de Estudo 
  • Bolsa de Estudo 
  • Custo de vida na cidade do Porto 
  • Alojamento 
  • Alimentação 
  • Apoio Médico 
  • Chegada à U.Porto. 

Antes de ser formalizada uma candidatura, o candidato deve ter em conta os seguintes aspetos fundamentais: 
  • Apurar os critérios de seleção interna na sua Instituição de Origem (através da Assessoria Internacional); 
  • Ter em conta as vagas disponibilizadas pela U.Porto e seguir rigorosamente as indicações para candidatura on-line; 
  • Reunir as condições financeiras para a estadia na cidade do Porto. 

O Visto de Residência para Estudo (artigo 62, Lei 23/2007) é indispensável à realização o período de estudos na Universidade do Porto (com exceção dos estudantes com nacionalidade europeia) e, atendendo a que a emissão deste documento pode estender-se até 60 dias após o requerimento do mesmo, recomendamos que as candidaturas sejam submetidas no módulo com a maior antecedência possível. O Visto é obrigatório para um estudante ser matriculado na U.Porto. Sem Visto não há a possibilidade de ficar na U.Porto nem realizar a mobilidade. 

Maiores informações: 

SCPLLA – Serviço de Cooperação com Países Lusófonos e Latino-Americanos
Url: www.up.pt



segunda-feira, 22 de abril de 2013

Revista Ei! 2013



IIE - Institute of International Education


Acesse o site

Coimbra: a universidade com mais estudantes brasileiros fora do Brasil


10 reasons to visit Portugal

Quanto vale uma pós-graduação


Aposte no intercâmbio




Intercâmbio aprovado por alunos

Pesquisa feita pelo governo de Pernambuco junto aos jovens do Ganhe o Mundo revela grau de satisfação e aprendizado

O resultado parcial de uma pesquisa com os estudantes que participaram do Programa Ganhe o Mundo (PGM), intercâmbio para o exterior promovido pela Secretaria Estadual de Educação, aponta que 85% dos entrevistados consideram a iniciativa excelente e 66% classificam da mesma forma as escolas por onde passaram nos outros países. Além disso, 100% dos jovens ouvidos recomendam o intercâmbio para os colegas, inclusive os quatro únicos adolescentes que desistiram até agora de concluir o semestre no país de destino. Os motivos alegados para a desistência foram saudades da família.

   Ampliar imagem
Vitória Maria Mendes, 15 anos, embarcará em agosto

Até agora 70% dos alunos beneficiados foram ouvidos. Dentro de um mês a secretaria deve divulgar a pesquisa completa. Na última sexta-feira, mais uma listagem com o nome de 1.275 estudantes da rede estadual de ensino foi divulgada. A primeira turma começa a embarcar em agosto. Essa é a primeira seleção da versão 2013/2014 do programa e a terceira desde que o projeto foi criado.

Na opinião de Aurélio Molina, coordenador do projeto, a pesquisa revela que a proposta tem sido bem aceita por famílias de todas as classes sociais do exterior. Isso porque 15% dos entrevistados consideraram as famílias muito ricas; 50% ricas; 26% classe média alta; 7%, classe média média; e 1,4% média baixa. “Os números mostram que os pernambucanos foram aceitos por todos”, analisa Molina.

Fluência
Um outro dado que chama a atenção na pesquisa é quanto à fluência em língua estrangeira. Um total de 26% considerou ter voltado com a fluência excelente; 70% acreditam estar com a fluência boa; e 4,8%, regular. “Além disso, 80% disseram ter melhorado muito o aprendizado de forma geral”, acrescentou Molina.

Imobiliárias em Portugal usam visto para atrair brasileiros

(Reportagem copiada do site http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/04/130409_portugal_imoveis_ru.shtml)

Compre uma casa de praia e ganhe, no pacote, o direito de transitar pela Europa - ou até um passaporte europeu.

Essa é uma das promessas em que agências imobiliárias portuguesas apostam para atrair compradores de imóveis brasileiros, impressionadas com o peso que eles adquiriram no mercado de Miami - embora, na prática o processo para se levar esse "bônus" esteja longe de ser simples.

"O que temos chamado de 'Visto Gold' pode ser um grande atrativo para compradores de diversas nacionalidades, inclusive os brasileiros que são, fora da Europa, o principal foco de nossa campanha de atração de investidores", disse à BBC Brasil Frederico Costa, presidente da agência governamental Turismo de Portugal.

Costa conta que Portugal tem hoje cerca de 10 mil imóveis vazios em função da crise econômica europeia e está apostando em duas estratégias para movimentar esse mercado.

A primeira é o programa "Living in Portugal", lançado em fevereiro, que fornece informações a estrangeiros endinheirados interessados em comprar imóveis para investir, passar férias ou se aposentar em Portugal - esclarecendo desde questões tributárias até dúvidas sobre a oferta de serviços de saúde no país.

O programa também procura promover o "estilo de vida" de Portugal junto a esses estrangeiros, com campanhas que exaltam o clima ameno do país, seus altos índices de segurança, baixo custo de vida, "praias que se estendem até onde a vista alcança", existência de ótimos campos de golfe, rica cena gastronômica e cultural e facilidade de acesso a outras partes da Europa.

A segunda iniciativa é o tal do "Visto Gold" - oficialmente chamado de Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI).

Aprovado no país por decreto em setembro, esse dispositivo facilita a concessão de vistos de residência para investidores e compradores de imóveis, o que lhes permite circular pelo espaço europeu (dos países signatários da zona de Schengen), além de morar e trabalhar em Portugal. Depois de seis anos, seus titulares também podem fazer um pedido de cidadania - que lhes garantiria um passaporte europeu.

"Essa é uma medida muito recente e o interesse gerado por ela no Brasil ainda deve crescer bastante", aposta Guilherme Grossman, da imobiliária Consultant.
Condições do visto

Vistos de residência semelhantes já vêm sendo oferecidos a investidores por outros países da União Europeia. A novidade do documento português são suas condições mais flexíveis - como o fato de que ele pode ser aplicado a compradores de imóveis.

Em geral, em outros lugares tais vistos estão condicionados a aportes de valores mais altos, investimentos em atividades econômicas ou à geração de empregos. Também é comum exigir dos investidores um período de permanência maior no país para o qual eles conseguem o visto - por exemplo, que fiquem mais de seis meses por ano no território em questão.

No caso português, a exigência atual são sete dias de permanência no primeiro ano e 14 dias nos seguintes. Ou seja, na prática, um estrangeiro que compre um imóvel pode conseguir uma autorização de residência sem efetivamente residir em Portugal.




Brasileiros estariam mais interessados em atravessar o atlântico para buscar a 'casa dos sonhos'

Mas o processo português é muito mais complicado do que os discursos dos agentes imobiliários do país pode fazer parecer.

Para começar, não adianta comprar qualquer choupana. Para ter direito à ARI, os investidores têm de gastar em imóveis um mínimo de 500 mil euros (ou R$1,3 milhões).

Após a aquisição, o comprador obtêm um visto de residência temporário, mas este só vale por um ano. No fim desse prazo, o visto pode ser renovado mais duas ou três vezes, sendo válido por dois anos após cada uma dessas renovações. Ao fim do quinto ano, o investidor pode pedir um visto de residência permanente e no sexto, a cidadania (conforme previsto na legislação portuguesa).

Como a emissão de cada autorização de residência para investimento custa 5.135 euros (R$13.350) não é difícil concluir que o foco da iniciativa são mesmo os estrangeiros endinheirados. Nada de classe média recém-desafogada dos apertos nas contas no fim do mês.
Feiras de imóveis

Para divulgar essas e outras políticas de incentivo aos investimentos no mercado imobiliário do país, no segundo semestre deste ano o governo português deve levar ao Brasil um road show - a primeira iniciativa governamental desse tipo fora da Europa.

"Vamos ao Brasil antes de ir à China ou à Índia, porque nos demos conta que o número de brasileiros comprando casas na Flórida era impressionante e poderíamos conquistar parte desse mercado", diz Costa.

Na realidade, do outro lado do balcão, alguns brasileiros há algum tempo também vinham manifestando algum interesse pelo mercado imobiliário europeu, segundo agências que atuam na área, motivando os vendedores a se organizarem para fisgar esses clientes.

Nuno Durão, da imobiliária portuguesa Irglux, especializada em produtos de alto padrão, por exemplo, diz ter vendido para brasileiros metade dos 26 apartamentos lançados em 2011 no seu empreendimento Palácio Estoril, em uma área costeira perto de Lisboa.




Imóvel na beira da praia à venda em Portugal: preços mais razoáveis se comparados ao mercado brasileiro

Segundo ele, nesse primeiro momento a propaganda do empreendimento na comunidade brasileira foi feita boca a boca - mas os resultados das vendas mostraram o potencial desse mercado. "A questão da língua e a proximidade cultural fazem com que Portugal possa se tornar bastante atrativo para os brasileiros, apesar da forte concorrência com Miami", acredita Nuno, que espera que o novo Visto Gold ajude nesse processo.

Em dezembro, agências imobiliárias organizaram, em parceria com a Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro, a chamada Mostra de Imobiliário Português (MIP), oferecendo ao público brasileiro quase mil imóveis, de apartamentos modestos a casas de veraneio e empreendimentos de luxo. No mês que vem, outra feira semelhante será realizada em São Paulo.

"Como resultado da feira no Rio, estamos negociando com 20 investidores brasileiros imóveis avaliados em um total de 55 milhões de euros (R$142 milhões)", diz Paulo Sousa, da Caixa Geral de Depósitos, que adquiriu a propriedade desses imóveis depois que compradores portugueses, afogados com a crise, não conseguiram honrar suas hipotecas.

Grossman, da Consultant - agência que ajudou a organizar a MIP - diz que foram recebidos durante o evento pelo menos 800 interessados em adquirir uma segunda residência em Portugal.

"Fechamos até o momento 10 negócios e ainda estamos negociando com 200 potenciais compradores, muitos dos quais estão marcando viagens a Portugal para visitar os imóveis", afirma.

Segundo Costa, o interesse do governo em dar apoio a esse mercado vem da constatação de que quem compra um imóvel em Portugal "acaba gastando em serviços e em compras, voando por companhias aéreas portuguesas ou investindo no país". "Por isso temos todo interesse em atrair esses investidores", explicou.
Espanha

Animada pela experiência portuguesa, a Espanha também anunciou um projeto para criar um visto semelhante ao ARI em novembro, de olho principalmente em compradores russos e chineses (esse é um mercado pelo qual os brasileiros só começaram a demonstrar interesse recentemente, segundo imobiliárias como a Coelho da Fonseca e a Hamoral Group).

E no projeto espanhol, o valor necessário para dar entrada no visto de residência seria ainda menor: comprando um apartamento de apenas 160 mil euros (R$ 414 mil reais) o estrangeiro já teria direito de pedir a autorização de residência.

Nesse país, porém, as resistências manifestadas a uma simplificação da obtenção do visto pelos investidores foram muito maiores que as de Portugal.


Mostra do Imobiliário Português no Rio de Janeiro: esforço para atrair compradores brasileiros

"Estamos falando de questões sérias, que comprometem (o país) no longo prazo. Um apartamento pode ser vendido no dia seguinte da compra, mas (o visto de) residência vincula por muito tempo", disse ao jornal El País Marisol Pérez Domínguez, porta-voz do Partido Socialista Espanhol (PSOE), que acusou o governo de "mercantilizar" o visto de residência.

Para Costa, da Turismo de Portugal, a proposta espanhola criou mais polêmica "em parte por eles terem estipulado um valor relativamente baixo (para o valor mínimo da compra que daria acesso ao visto)".

As críticas ao projeto fizeram o governo espanhol rediscutir seus termos, mas a julgar pela escala do problema dos "apartamentos vazios" na Espanha - que segundo alguns cálculos pode chegar a 6 milhões - é de se esperar que ele seja retomado.

Segundo a Assessoria de Comunicações do setor que cuida de questões migratórias na União Europeia, a política para concessão de vistos de residência e nacionalidade são de competência de cada país do bloco. "As condições para a entrada de investidores não-europeus na União Europeia (UE) não são harmonizadas por leis da UE, o que significa que os estados-membros podem definir as condições de entrada e permanência desses não-europeus", explicou a assessoria à BBC Brasil.

Se faltam leis comuns sobre o tema e sobram imóveis vazios por causa da crise, é natural imaginar que, ao menos para quem pode pagar e está disposto a investir, as fronteiras europeias tendam a ser cada vez mais abertas.

Estrangeiros com sotaque pernambucano



Recife recebe gente dos quatro cantos do mundo. Cinco estrangeiros, alguns já quase recifenses, contam o que pensam e como tiram proveito da cidade


Guilherme Carréra

Publicação: 16/04/2013 14:11 Atualização: 18/04/2013 10:51

Dentre o 1,5 milhão de pessoas que habitam o Recife, parte dessa população crescente vem de países vizinhos, como a hermana Venezuela, e de outros nem tão próximos assim, como a nórdica Alemanha. São pessoas que aterrissam no Recife para viver o desconhecido. Por amor, por trabalho ou por estudo. Alguns deles, com data para voltar. A maioria, já se sentindo um pouco pernambucano. Todos eles, entre a cidade natal e nova morada, entre os hábitos que trazem consigo e os costumes aos quais precisam se adaptar. Conversamos com eles sobre suas experiências particulares, as diferenças culturais e seus lugares preferidos na Região Metropolitana do Recife.

Amor cinematográfico

A formação em comunicação e a posterior especialização em cinema documentário e direção de fotografia deram a Gustavo Garcia Rojas um olhar apurado. Tanto para os filmes, quanto para a vida que corre fora da tela. Venezuelano de Caracas, com passagem de dois anos por Buenos Aires, na Argentina, pousou no Brasil diretamente no Recife. Por amor. Aos 30 anos, recém-casado com Mykaela Plotkin, que conheceu quando ambos estudavam cinema na Argentina, ele conta que é sempre surpreendido pelos lugares que a esposa o apresenta. “Ela sempre me leva a um lugar novo. E sempre vamos até Aldeia, onde moram meus sogros”.


O venezuelano Gustavo Garcia Rojas na Cidade Alta de Olinda, um de seus lugares preferidos no Grande Recife. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press


Na hora de escolher um lugar favorito, no entanto, nem Recife, nem Aldeia. “Adoro Olinda. Gosto de ir das exposições da Casa do Cachorro Preto aos bares da Cidade Alta...”.Suas andanças pela América Latina lhe conferem autoridade para opinar. “Minha cidade natal é linda, com o mar próximo e uma montanha que cobre toda sua extensão, mas, por outro lado, não posso negar que é uma das mais violentas do mundo”, pondera. Em relação ao Recife, vê similaridades. “O jeito das pessoas se comportarem, a mistura de negros, brancos e indígenas, o clima quente...”. À equação Recife + Caracas, Gustavo incorpora ainda a norte-americana Miami, onde passava férias com frequência. “Além da geografia e da arquitetura, o que ambas têm de lindas, têm de quente”, brinca.

Ah, o calor...

De ascendência grega, a norte-americana Asteropi Aslanidis, 44 anos, nasceu e cresceu em Norwalk, no estado de Connecticut, nos Estados Unidos. E embora o Recife esteja inserido em um contexto sócio-histórico completamente diferente, Asteropi, que havia passado dez meses no Recife e voltou de vez no início deste ano, enxerga o mar como um forte ponto em comum entre ambas as cidades. “Além de serem cercadas pelas praias, eu diria que as duas possuem uma beleza particular, com um circuito interessante de restaurantes, cafés, parques, shoppings, etc”. Ao contrário do que qualquer recifense pode pensar, Asteropi considera as altas temperaturas da capital uma de suas melhores características. “O frio de Norwalk, sim, é uma das piores coisas da vida, porque se estende por metade do ano”.


Asteropi Aslanidis tem origem grega, mas nasceu nos Estados Unidos. Na foto, ela posa no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press


Querendo se especializar em Saúde Holística, Asteropi sentiu uma certa dificuldade ao ir atrás, por exemplo, de produtos que dialoguem com seu estilo de vida. Encontrou na Feira Orgânica da Praça de Casa Forte, na Zona Norte. “Passei a frequentá-la, mesmo sendo aos sábados, às 5h da manhã. É importante pra mim, porque é o que eu promovo e tento pôr em prática”. Arranhando no português, Asteropi conta com a ajuda da companheira, motivo pelo qual veio ao Recife, para se adaptar mais rapidamente. Quando quer matar as saudades de Norwalk, pega um cineminha na Fundação Joaquim Nabuco, no bairro do Derby. “Me lembra uma sala que temos na minha cidade, com uma programação voltada a filmes independentes, estrangeiros e documentários”.

De Wrea Green a Taquaritinga do Norte

John Holtappel, 55 anos, nasceu no vilarejo de Wrea Green, ao norte da Inglaterra. 2 mil habitantes, uma igreja, uma escola e um bar, quer dizer, um pub. “Queria muito ter vivido minha adolescência no Recife. Em Wrea Green, não acontece muita coisa”. Há 14 anos na capital pernambucana, o inglês viu a cidade mudar em muitos aspectos. “Positiva e negativamente”, sublinha. John completa o trio que veio morar no Recife para dar prosseguimento a um relacionamento. Depois de anos em Algarve, Portugal, veio ao Recife em 1999 e nunca mais saiu. A não ser se for para ir a Taquaritinga do Norte, no Agreste pernambucano, onde tem sítio. “Planto café, maracujá, laranja... Sou taquaritinguense de alma!”.


John Holtappel frequenta o Mercado de São José, no Bairro de São José, quase toda semana. Foto: Bernardo Dantas/DP/D.A Press


No Recife, mora no Bairro de São José, centro da cidade, lugar que considera um verdadeiro teatro a céu aberto. Quase recifense, John já recebeu visitas estrangeiras e sabe fazer o papel de um bom cicerone. “Recife é uma cidade de extremos. Gosto de levar os visitantes tanto no Paço Alfândega como no Mercado de São José, pra mostrar um pouco desse contraste numa mesma área da cidade”. Pessoalmente, John curte caminhar e se surpreender com o bairro. “Vou ao mesmo mercado e sempre descubro coisas novas”. Sua dica para quem vem morar no Recife é procurar ler sobre a história da cidade. “Casa-Grande e Senzala, por exemplo, ajuda e muito”. Anotado.

Alemão pernambucano

Assunto constante entre os recifenses, o transporte público é também um dos destaques na fala de Martin Mahn, 46 anos, alemão que vive no Recife desde 1997. Nascido em Berlim e criado em Hamburgo, ele lamenta a falta de opções de transporte para a população local. “Recife deveria se espelhar nas cidades da Escandinávia, que praticamente não tem carros nos centros urbanos. Hoje, um jovem alemão já não acha mais interessante comprar um”.




O alemão Martin Mahn já se considera um pernambucano. Em Boa Viagem, costuma frequentar cafés e restaurantes nos dias de folga. Foto: Arthur de Souza/DP/D.A Press


Martin comenta que Hamburgo é conhecida por ser a Veneza do Norte, sendo, no mínimo, curioso o fato de ele hoje morar na chamada Veneza Brasileira. “Talvez por isso adore passear pelas pontes do Recife Antigo. Consigo ainda sentir um pouco do espírito europeu na cultura local, apesar de tantas outras influências”, conta, lembrando o Conde Alemão Maurício de Nassau, que trabalhou na Companhia das Índias e deixou um legado no Recife, na época, Mauristad. Secretário-executivo do Consulado da Alemanha no Recife e diretor-executivo da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, Martin se sente um recifense. Casado com uma pernambucana, já tem restaurante, café e livraria prediletos. Não passa um fim de semana sem dar um pulo na Praia de Boa Viagem. E, quando tem um tempinho, sobe a serra em direção a Gravatá.

A paisagem de Hendaia

A rotina de estudante de Hendaia Resende não é muito diferente do dia-a-dia dos colegas de classe do curso de administração da Universidade Católica de Pernambuco. Cumpre as atividades acadêmicas, sai com os amigos, curte ficar em casa. São duas as diferenças: a nacionalidade da aluna e a saudade que sente de casa. Hendaia tem 20 anos e vem de Luanda, na Angola. Veio para o Recife estritamente para ter uma experiência universitária diferente. “Antes disso, nunca tinha ouvido falar em Recife”, assume.


A angolana Hendaia Resende está há um ano no Recife. Na foto, ela aproveita a vista da Praia de Boa Viagem. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press


Morando no bairro do Espinheiro, na Zona Norte, há um ano, se convenceu de que Luanda e Recife nem são tão distantes assim. “O clima, a praia e a culinária me aproximam um pouco de casa”. Hendaia, no entanto, é taxativa em relação ao que mais a incomoda na capital: a criminalidade. Teme a violência, mas isso não a impede de viver o Recife. Longe da Baía de Luanda, local, segundo ela, superfrequentado por turistas, mata a saudade indo passear na Praia de Boa Viagem, cartão-postal do Recife. “É o meu lugar preferido. Adoro a paisagem, o mar azul e o sol radiante”. Não tem como discordar.

Intercâmbio cultural para aperfeiçoar idioma pode custar mais de R$ 6 mil

Viagem para Toronto, no Canadá, é intermediada pelo IEL, em Porto Velho. Estudante fica hospedado por 4 semanas em casa de família canadense.

Para quem está interessado em aprender um novo idioma ou aperfeiçoar o nível básico, a opção é o intercâmbio cultural entre países. Em Porto Velho, esse serviço é oferecido pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL) que realiza a inscrição de candidatos que desejam aperfeiçoar o inglês. A viagem é para Toronto, no Canadá, tem duração de quatro semanas e custa, em média, US$ 3 mil dólares canadenses, mais de R$ 6 mil. No quadro 'Mais Oportunidade' do Bom Dia Amazônia desta segunda-feira (18) veja as dicas e conheça a rotina de quem já realizou um intercâmbio cultural.

Leia o restante da reportagem no site http://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2013/03/intercambio-cultural-para-aperfeicoar-idioma-pode-custar-mais-de-r-6-mil.html

Concorra a bolsas de intercâmbio no exterior


O GLOBO vai promover concurso para mandar quatro alunos para estudar fora do Brasil


RIO - Intercâmbio internacional faz muito bem. A experiência leva o estudante a conhecer uma realidade cultural diferente, promove contato diário com outro idioma e ensina o cidadão a se virar sozinho. Todo especialista em mercado de trabalho é enfático ao afirmar que o intercâmbio em outro país é uma estrela em qualquer currículo profissional. Em sintonia com esta máxima, O GLOBO vai promover, a partir do dia 22 deste mês, um concurso para mandar quatro alunos para estudar fora do Brasil. Os destinos? Nova York, São Francisco e Washington, nos EUA, e Vancouver, no Canadá.

O regulamento e outras informações serão publicadas no dia 22 de abril, na página de Educação do site do GLOBO, mas a “Formou!” adianta alguns detalhes para o leitor.


O Globo promove concurso para bolsas de intercâmbio no exterior

Destinos são Nova York, São Francisco e Washington, nos EUA, e Vancouver, no Canadá

RIO — Estão abertas as incrições para o Concurso Cultural de Intercâmbio no Exterior, promovido pela revista "Formou!", do GLOBO, e pelo site de Educação do jornal. O concurso oferecerá quatro bolsas de estudos nas cidades de Nova York, São Francisco e Washington, nos EUA, e Vancouver, no Canadá. Para concorrer, basta clicar aqui e seguir o regulamento. Os participantes, que devem ter entre 16 e 25 anos, precisarão responder à pergunta do concurso, “Qual a tendência cosmopolita você traz de bagagem para seu caminho?”, enviando textos, vídeos ou fotos.
Serão quatro etapas. Cada etapa vai escolher um ganhador para estudar em uma cidade diferente. A primeira fase vale bolsa para Nova York. O vencedor vai ganhar a oportunidade de estudar inglês, em um curso de três semanas, na própria Big Apple. O envio das respostas pode ser feito até o dia 13 de maio e o resultado da primeira fase do concurso sairá no dia 27.
Os destinos foram escolhidos de acordo com diferentes perfis.

International Counseling and Education Conference - ICEC 2013



International Counseling and Education Conference
May 02-04, 2013 - Istanbul– Turkey

ICEC 2013 


As you all know “The First International Counseling and Education Conference (ICEC)" was held on May 3rd-5th 2012, in Istanbul, Turkey . The Congress hosted leading names from the fields of Counseling and Education such as invited speakers Dr. Bradley T. Erford, President of the ACA andDr. Richard E. Watts. In addition the congress hosted more than 400 participants from 38 different countries.

Upon the ACA President’s recommendation, the second International Counseling and Education Conference (www.ice-c.net) will be held on May, 2nd-4th 2013, in Istanbul, Turkey, under the co-sponsorship of ACA and with the participation of ACA President. Moreover, there will be some workshops that are more counseling skills-related (Dr. Bradley T. Erford, president of the ACA “35 Techniques Every Counselor Should Know”, Dr. Abbas Turnuklu, Conflict Resolution and Mediation).


We look forward to seeing you in Istanbul where the civilizations meet on 2nd-4th May, 2013.

Yours sincerely,

Dr. Ramazan ABACI

General Coordinator
Please visit our web site (www.ice-c.net) for mor information about the conference

AUI - Boletim 94


Acesse o site 

Lingnan University oferta bolsas de estudo para estrangeiros






SAKARYA UNIVERSITY & UNIVERSITY OF MALAYA ORGANIZE IETC 2013 CONFERENCE



INTERNATIONAL EDUCATIONAL TECHNOLOGY CONFERENCE
IETC 2013
KUALA LUMPUR - MALAYSIA
13-15 May 2013
www.iet-c.net

Call for papers

IETC 2013 seeks a diverse and comprehensive program covering all areas of educational technology. The program includes a wide range of activities designed to facilitate the exchange of expertise, experience, and resources with your colleagues. These include keynote and invited talks, full and brief paper presentations, panels, and round table discussion sessions.



We would like to invite you to share your experience and your papers with academicians, teachers and professionals.





Conference Language

The official languages of the conference are English, Turkish and Malay Language. Proposals can be sent and be presented in either language. But all submission proccess will be done in English. Please, submit your proposal according to the following presentation category descriptions in paper guidelines.



Conference Venue

IETC 2013 will be held at University of Malaya, Faculty of Education in Kuala Lumpur, Malaysia.

Deadlines
Abstract Deadline : Until May 6, 2013
Full Article Deadline : Until May 8, 2013
Registration Fee Deadline : Until May 6, 2013

The official discovery of Brazil: April 22nd


quinta-feira, 18 de abril de 2013

Inscrições abertas para o Programa Top China 2013

Inscrições até o dia 12 de maio (domingo). A PROINTER receberá a documentação até o dia 13 de maio (segunda-feira).

Atenção: Considerando que o Programa Top China ocorre em nível nacional, coincidindo com o período letivo da UFPA até agosto, o aluno contemplado com a bolsa deverá negociar com sua faculdade a possível antecipação de provas e justificativa de faltas. A PROINTER se dispõe a fornecer uma declaração para facilitar este processo e justificar o período de mobilidade.

A Pró-Reitoria de Relações Internacionais (Prointer) lançou edital no âmbito do Programa Top China Santander Universidades 2013, que levará quatro estudantes de graduação da UFPA e um professor para as Universidades de Shangai Jiao Tong ou de Peking, na China, em um período de três semanas. O objetivo do programa é contribuir, por meio das relações acadêmicas entre Brasil e China, para o incremento da qualidade da formação dos alunos e professores das instituições de ensino participantes. As inscrições irão até o dia 12 de maio. Confira aqui o Edital. 

Pela quarta vez, a UFPA é contemplada com o Programa Top China Santander. De acordo com a assessora da Prointer Lindalva Moraes, o intercâmbio “é uma oportunidade única dos contemplados de ter acesso e de conviver com a diversidade cultural milenar da China. Durante essas três semanas, os alunos também irão trocar experiência e conhecimento com os estudantes chineses que participarão do processo, discutindo e socializando as ideias em torno de um mesmo tema, que, este ano, será Sustentabilidade e Gestão de Recursos Naturais. Isso é muito importante e, com certeza, irá acrescentar bastante para o conhecimento deles.” 

Candidatos elegíveis – Os candidatos ao programa precisam cumprir os seguintes requisitos: estar regularmente matriculado na UFPA; ter integralizado, no mínimo, 40% dos créditos obrigatórios previstos em seu curso; ter inglês em nível avançado, uma vez que os cursos na China serão ministrados em língua inglesa; ter passaporte válido no ato da inscrição; não ter participado (alunos e professores) de outro programa de mobilidade para o exterior, mantido pela UFPA. 

Na hipótese de se tratar de professor, este deverá estar em efetivo exercício de suas atividades na IES e ter fluência em inglês. 

Inscrições – Para efetuar a inscrição, o aluno deverá entregar os seguintes documentos: cópia do comprovante de inscrição devidamente preenchido, disponível online; comprovante de matrícula; cópia do passaporte válido; Histórico Escolar da UFPA, com CRG (Coeficiente Geral de Rendimento); Curriculum Lattes; quaisquer dos certificados: resultado do TOEFL (Test of English as a Foreign Language); resultado do IELTS (International English Language Test System) ou de Nível Avançado em Língua Inglesa; carta de recomendação personalizada e assinada por professor da UFPA; carta de intenção do candidato expressando os motivos pelos quais deseja participar do programa, mostrando a relevância do tema “Sustentabilidade e Gestão de Recursos Naturais” e suas relações com sua formação acadêmica e profissional. 

Os documentos deverão ser entregues em envelope lacrado, até o dia 13 de maio, nos horários das 9h às 11h e das 14h30 às 16h, na Pró-Reitoria de Relações Internacionais (Prointer), localizada no 3º andar do prédio da Reitoria do Campus Universitário ou na Prointer da Travessa Três de Maio, 1573, entre as avenidas Magalhães Barata e Gentil Bittencourt. Serviço: Em caso de dúvidas, entrar em contato com Laura Vieira pelo e-mail lauradiva@ufpa.br.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Bolsa de Estudos Chevening/Clore no Reino Unido



































Edital CAPES/AULP - Segundo Processo Seletivo

Já se encontra disponível em http://www.capes.gov.br/editais/abertos/5593-pro-mobilidade-internacional-capesaulp o Segundo Processo Seletivo do Edital Pro-Mobilidade Internacional Capes/AULP.


Aberto edital para bolsas de pós-graduação nas áreas de desenvolvimento sustentável

Interessados em se candidatar a bolsas de estudos para pós-graduação na Alemanha nas áreas de desenvolvimento sustentável já podem acessar o roteiro de inscrição e a lista de cursos no site do DAAD (www.daad.org.br > bolsas > pós-graduação). As inscrições devem ser encaminhadas, preferencialmente, para as universidades, seguindo o cronograma do curso escolhido. Para aqueles que preferirem enviar a documentação ao DAAD, o prazo é 31 de julho de 2013.

O programa, anteriormente chamado de pós-graduação com relevância para países em desenvolvimento, destina-se a jovens graduados que tenham dois anos de experiência profissional. Importante ressaltar que os cursos não são voltados a recém-formados.

Nesta edição, são oferecidos 36 cursos com a titulação Master em diferentes áreas. Há também três opções de doutorado: Development Research, na Universidade de Bonn, Agricultural Economics and Related Sciences, na Universidade de Giessen/Hohenheim, e Mathematics in Industries and Commerce, na TU Kaiserslautern.

O programa, mantido com recursos do Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento alemão (BMZ), é divulgado em nível mundial e oferece anualmente cerca de 290 bolsas de estudo distribuídas para candidatos procedentes de mais de 70 países da Ásia, Oriente Médio, África e América Latina.

Confira o roteiro de inscrição, a lista de cursos contemplados com bolsas e outras informações sobre o programa no site www.daad.org.br.

DAAD Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico
Rafaela Giordano
Rua Presidente Carlos de Campos, 417
22231-080 – Rio de Janeiro – RJ – Brasil
Tel: +55 21 2553-3296
rafaela@daad.org.br
Twitter: @DAAD_Brasil / Facebook DAAD

Estudar na Université de Montréal no Canadá


Capes lança editais do Programa de Licenciaturas Internacionais

A Diretoria de Projetos Educacionais (Dipro/Proeg) divulga os Editais de Programa de Licenciaturas Internacionais – França e Portugal. O objetivo do Programa é elevar a qualidade da graduação, tendo como prioridade a melhoria do ensino dos cursos de licenciatura e a formação de professores. Para isso, o Programa visa à ampliação e dinamização das ações voltadas à formação inicial e implementação de novas diretrizes curriculares para a formação de professores, com ênfase no ensino fundamental e no ensino médio. Confira o edital para França e Portugal.

O Programa é voltado para os cursos de Licenciaturas em Letras, Artes, Física, Química, Biologia, Matemática e Educação Física. As propostas devem ser de docentes, com título de doutor, pertencentes ao quadro de carreira da Instituição há mais de três anos e com comprovada capacidade técnico-científica para o desenvolvimento do projeto. Também é necessário estar em efetivo exercício no magistério da educação superior; ser docente de um curso de licenciatura e ter experiência comprovada na execução de projetos de pesquisa.

Segundo a coordenadora de Projetos Educacionais, Lucinda Guedes, o Programa “visa à diversificação curricular dos cursos de licenciatura brasileiros, tendo como prioridade o aperfeiçoamento e a valorização da formação de professores para a educação básica, além da ampliação das oportunidades de formação de licenciando por meio da realização de "graduação sanduíche", com dupla diplomação”.

Inscrições - As propostas deverão ser enviadas para a Diretoria de Projetos Educacionais por meio do e-mail dprojetos@ufpa.br, com o propósito de acompanhamento e orientação, para, em seguida, o coordenador selecionar os bolsistas e inscrever o projeto. As inscrições serão gratuitas e feitas exclusivamente pela internet, mediante preenchimento de formulário eletrônico disponível na página da Capes, até o dia 8 de maio de 2013.

Os documentos descritos no edital devem ser gerados em formato “PDF”, limitando-se a 5 MB (cinco megabytes), e incluídos, obrigatoriamente, no ato do preenchimento da inscrição na internet.

Para mais informações sobre Portugal, clique aqui. Para a França, clique aqui.

Contatos da Dipro: dprojetos@ufpa.br e (91) 32017909.

UFPA e Universidade de Florença oferecem curso na Itália

A Universidade Federal do Pará e o Fórum Landi, juntamente com a Universidade de Florença, na Itália, estão promovendo o curso de Conservação, recuperação e valorização do Patrimônio Histórico – Arquitetônico e Paisagístico, a ser realizado na Itália. O curso vai durar duas semanas, com o início marcado para o dia 16 de setembro de 2013, e mais uma semana optativa de pré-curso de língua italiana, com início no dia 8 de setembro. 

A iniciativa irá privilegiar as áreas de arquitetura, conservação dos bens culturais, engenharia civil e das construções, planejamento territorial, ambiental e urbanismo. O principal objetivo é a formação de novos profissionais na área do projeto para a conservação, recuperação e valorização do patrimônio histórico – arquitetônico e paisagístico, com particular atenção às politicas de valorização dos bens culturais, que estão surgindo nos últimos anos no Brasil, e dos recentes interesses sobre os aspectos energéticos e a sustenibilidade tecnológica. 

Parceria – Para a assessora da Prointer, professora Leila Assef, o curso irá proporcionar um maior compartilhamento de conhecimento entre as universidades. “Essa é uma iniciativa muito bem-vinda, porque a Universidade de Florença já possui um conhecimento grande da área e, agora, estará compartilhando com os alunos e professores aqui da UFPA. Então, é mais uma oportunidade de internacionalizar o conhecimento produzido aqui e, com certeza, aproveitar a experiência da Europa”, conclui a professora. 

Inscrições – As inscrições devem ser feitas por meio do preenchimento do formulário de candidatura à seleção para a admissão ao curso, que deverá conter: generalidades completas do candidato; indicação de residência; certificado relativo ao diploma possuído; possível pedido para frequentar o pré-curso de língua italiana. 

O formulário deve estar endereçado ao reitor, preenchido no modelo especial – disponível ao endereço web da Universidade de Florença e enviadas até o dia 30 de julho.

Para mais informações clique aqui.

Confira também o documento em que costam informações detalhadas sobre o curso.


Web_Cams_Travel