sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Candidaturas abertas para o European Research Council Starting Grants

Encontra-se aberto até 17 de outubro de 2017, o período de candidaturas às bolsas do European Research Council (ERC) Starting Grants. As bolsas fazem parte do programa de financiamento da EU para pesquisa e inovação chamado HORIZON 2020. 

As bolsas destinam-se a pesquisadores com um currículo de excelência científica que queiram estabelecer a sua equipe de investigação, em qualquer área científica. Os candidatos devem ser pesquisadores de qualquer nacionalidade com PhD (ou equivalente) dentro de um período de 2 (dois) a 7 (sete) anos e devem apresentar uma proposta de pesquisa excepcional a ser conduzida em uma organização publica ou privada localizada em país pertencente à União Europeia ou que seja país associado (incluindo a Suíça). 

As bolsas têm uma duração de 5 (cinco) anos com um orçamento total de 1,5 milhões de euros (ou mais em alguns casos). A submissão da candidatura deverá ser realizada no portal da Comissão Europeia, disponível em: http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/h2020/topics/erc-2018-stg.html

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Inscrições abertas para o Programa Erasmus+ 2017 com universidade inglesa



A Pró-Reitoria de Relações está selecionando dois (2) estudantes da UFPA de qualquer nível acadêmico e de qualquer área, que tenha interesse nas temáticas diversas associadas à água e à gestão de recursos hídricos (RH), no âmbito do Programa Erasmus+ 2017 com Leeds Beckett University (LBU).

O Programa Erasmus+ é financiado pela União Europeia e tem como objetivo contribuir para a Estratégia Europa 2020 e promover o desenvolvimento sustentável dos seus parceiros no domínio do ensino superior.

O período de mobilidade é de 3 (três) meses de intercâmbio na renomada Universidade Leeds Beckett (Inglaterra) e deverá realizar-se nos meses de maio, junho e julho de 2018.

Cada bolsa de estudos será no valor total de £845.33 (oitocentos e quarenta e cinco libras e trinta e três centavos) e mais um adicional de £653.21 (seiscentos e cinquenta e três libras e vinte e um centavos) por cada mês de estadia, somados num total de £2,804.96 (duas mil, oitocentos e quatro libras e noventa e seis centavos). Esses valores subsidiam os custos de viagem e estadia na Inglaterra. Entretanto, o candidato selecionado deverá dispor de uma reserva financeira para eventuais despesas.

Documentos a serem entregues na PROINTER até 06 de outubro de 2017:

a) Comprovante de matrícula;

b) Comprovação de “nível de usuário independente”: IELTS a partir de 5.5 pontos ou B2 de acordo com o Quadro Comum Europeu (certificado equivalente de proficiência de língua como TOEFL, Cambridge ou Pearson’s);

c) Cópia do passaporte ou Comprovante de acompanhamento de solicitação de passaporte;

d) Histórico Acadêmico da UFPA com CRG (Coeficiente Geral de Rendimento) igual ou superior a 8,0;

e) Curriculum Lattes;

f) Carta de recomendação personalizada, assinada por professor da UFPA;

g) Carta de intenção do candidato expressando os motivos pelos quais deseja participar do programa;

h) Um (1) Plano de Estudos, descrevendo em detalhes a relação existente entre as atividades desenvolvidas pelo candidato na UFPA e as que pretende desenvolver na LBU associadas à água e à gestão de recursos hídricos.

Após a análise da documentação, os 5 (cinco) melhores pontuados passarão por entrevista de caráter eliminatório.

Inscrições – Entrega de documentação em envelope lacrado no período de 18/09/2017 a 06/10/2017, na Pró-Reitoria de Relações Internacionais (PROINTER), no horário de 9h às 11h e das 14h30min às 16h00. Baixe o edital aqui.

Resultado Final – início de novembro de 2017.

Pró-Reitoria de Relações Internacionais (PROINTER): Rua Augusto Corrêa n.1, Cidade Universitária José da Silveira Netto, Prédio da Reitoria, 1º andar, Guamá, Belém. Fone: 3201-7946.

Informações detalhadas no edital.

👉 Retificação de edital.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

A Casa de Estudos Germânicos convida para uma oficina de tradução português-alemão


Ministrante: Timur Stein (tradutor)


Horário: quarta e quinta-feira, 14-16 horas (a partir do dia 13 de setembro)


Local: Casa de Estudos Germânicos, Mediathek


Essa oficina de tradução de português-alemão dispõe de dois focos principais. Primeiramente, pretende-se transmitir e elaborar em conjunto métodos e habilidades fundamentais para uma boa transferência linguística de textos de diferentes gêneros. Nesse contexto, serão analisadas, entre outros aspetos, as diferenças morfossintáticas entre as respectivas línguas e será discutida a melhor forma de escolher um registro adequado. Além disso, a tradução será apresentada como instrumento didático que pode servir nas aulas de alemão como língua estrangeira para a sensibilização dos estudantes no que se refere às particularidades linguísticas desse idioma. Recomenda-se um nível de alemão mínimo de B1.


Carga horária: 30 horas


Participantes regulares receberão um certificado.


---------

Dr. Sabine Reiter


Professora-Leitora do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD)

Professora Visitante


Casa de Estudos Germânicos/UFPA

Campus do Guamá

setor prof., Pav. Gp-altos

66075-900 Belém-PA (BR)

https://www.facebook.com/cursolivrealemao/

terça-feira, 5 de setembro de 2017




Appel d'offres de soutien aux "Projets interuniversitaires de solidarité dans les Amériques" (PRISA)



La Direction régionale Amériques de l'Agence universitaire de la Francophonie (AUF) lance son nouveau programme de soutien aux Projets interuniversitaires de solidarité dans les Amériques (PRISA) pour des projets structurants avec un financement allant jusqu'à 50.000 €.

Le programme PRISA a pour objectif de contribuer à l'excellence de la coopération universitaire entre des établissements membres de l'AUF, particulièrement ceux situés sur le territoire des Amériques. Il s'adresse donc aux professeurs rattachés aux établissements membres de l'AUF dans les Amériques (Amérique du Nord, Amérique du Sud et Caraïbe).

Pour faire acte de candidature, il suffit de remplir le formulaire de candidature en suivant les instructions du document de présentation et deposer le dossier complet en ligne.

La date-limite pour l'envoi des candidatures est le 27 octobre 2017.

Pour en savoir plus, cliquez ici.

Toute question peut être acheminée à l'adresse ameriques@auf.org








Chamada de apoio a "Projetos interuniversitários de solidariedade nas Américas" (PRISA)



A Direção regional das Américas da Agence universitaire de la Francophonie (AUF) publica seu novo programa de apoio a Projetos interuniversitários de solidariedade nas Américas (PRISA) para projetos estruturantes com um financiamento de até € 50.000.

O programa PRISA tem por objetivo de contribuir à excelência da cooperação universitária entre instituições membros da AUF, particularmente estas situadas no território das Américas. O programa, assim, visa beneficiar docentes de instituições membros da AUF nas Américas (América do Norte, América do Sul e Caribe).

Para se candidatar, basta preencher o formulário de candidatura seguindo as instruções do documento de apresentação e submeter a candidatura completa online.

O prazo para envio das candidaturas é dia 27 de outubro de 2017.

Para mais informações, clique aqui.

Em caso de dúvidas, favor entrar em contato pelo e-mail ameriques@auf.org

UFPA inaugura primeiro Laboratório de Línguas do Programa Idiomas sem Fronteiras da região norte

O Laboratório de Línguas do Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF) da Universidade Federal do Pará (UFPA) é o primeiro da região Norte do País. Inaugurado nesta sexta-feira, dia 1° de setembro, o novo espaço de ensino-aprendizagem em línguas estrangeiras e de formação de professores de idiomas, é resultado de uma parceria com o Grupo +Unidos e o Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Superior (MEC/SESU), com o apoio da Embaixada Americana. 

Entre as universidades federais que participam do Programa Idiomas sem Fronteiras, a UFPA é a quarta no Brasil a receber a instalação do laboratório. Os outros três foram inaugurados nas Universidades Federais de Pernambuco, do Rio Grande do Sul e do Ceará. “Queremos, até o final deste ano, prosseguir nesse caminho e inaugurar mais um laboratório e beneficiar cerca de 45 mil alunos das universidades federais. Pra nós, poder contribuir com a educação, especialmente em língua estrangeira, é um privilégio e gostaria de seguir com esse objetivo e ampliar muito mais o programa Idiomas sem Fronteiras, em parceria com o governo”, disse o gerente executivo do Grupo +Unidos, Augusto Corrêa. De acordo com a presidente do Programa Idiomas sem Fronteiras, Denise Martins de Abreu e Lima, atualmente, já somam 80 o número de universidades federais e estaduais que participam do IsF. O objetivo, segundo ela, é atingir também os Institutos Federais e as universidades comunitárias e particulares. “Nós queremos fazer, realmente, uma modificação estruturante no país, no sentido da internacionalização. É essa a proposta do Programa para a Secreataria de Educação Superior, de não só atingir a comunidade acadêmica, como também os professores de idiomas da educação básica. Nós entendemos que este é um programa que não só vai promover a proficiência daqueles que precisam, mas principalmente, a formação de profissionais de língua estrangeira que precisam ter sua proficiência aprimorada e precisam conhecer esse novo mercado de trabalho, e a UFPA tem se destacado neste processo importante para a região”, frisou.

Para o reitor Emmanuel Tourinho, a internacionalização tournou-se uma questão central no desenvolvimento da Instituição e para a formação dos alunos. Ele enfatizou os esforços que a Universidade vem mantendo para ampliar esse processo e que as parcerias tem sido fundamentais. “As cooperações tornam possíveis os avanços mais rapidamente, e nós esperamos que se intensifiquem ao longo dos anos”. E completou, lançando um desafio aos responsáveis pela execução do Programa IsF: “Gostaríamos de ter o apoio para que essa iniciativa que aqui já é bem sucedida e já cumpre um papel tão importante, possa ser estendida para os campi da UFPA no interior.” 

O diretor da Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional - USAID Brasil, Michael Eddy, representando a Embaixada Americana, manifestou o interesse de ampliar o apoio à Universidade em outras áreas do ensino e da pesquisa. “Que hoje possa ser o início de uma importante parceria com a UFPA e trabalharemos no incentivo e produção não somente no desenvolvimento de línguas estrangeiras, como na utilização desses laboratórios para promover a preservação da biodiversidade na Amazônia.” 

Estrutura – Instalado no Instituto de Letras e Comunicação (ILC) da UFPA, o Laboratório de Idiomas foi equipado para atender às atividades de ensino, pesquisa e extensão, como aulas de idiomas, nas modalidades presencial e online, aplicação de testes de nivelamento e de proficiência, elaboração de projetos de pesquisa, de extensão e didático-pedagógicos e a realização de palestras, cursos e orientações. O objetivo é a qualificação e a formação docente e discente, no âmbito do Programa IsF. “Essa inauguração é mais um fruto do Programa Idiomas sem Fronteiras aqui na UFPA e um grande ganho para os alunos e servidores que participam do Programa. A comunidade acadêmica da UFPA já é beneficiada com cursos presenciais de seis línguas: inglês, francês, alemão, espanhol,italiano e árabe. Esse laboratório vem contribuir para o ensino dessas línguas e, com certeza, aprimorar o conhecimento dos nossos alunos e de toda a comunidade acadêmica”, disse a coordenadora dos Cursos Livres de Língua da UFPA, professora Rosana Assef. 

Inauguração – A cerimônia de inauguração do Laboratório de Idiomas também contou com a presença do pró-reitor de Extensão (Proex/UFPA), Nelson de Souza Junior; do diretor de Mobilidade Acadêmica da Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Proeg/UFPA), Mauro Magalhães; da diretora de Pesquisa da Pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp/UFPA), Germana Sales; da diretora adjunta do ILC, Fátima Pessoa; bem como de professores e alunos da Faculdade de Letras Estrangeiras Modernas. 

Após a cerimônia, realizada no auditório Paulo Mendes do Instituto de Letras e Comunicação (ILC), os convidados se dirigiram ao laboratório para o ato de descerramento da placa de inauguração. 

O Laboratório de Idiomas do Programa IsF está equipado com vinte computadores, disponíveis para atender estudantes e professores do Núcleo de Línguas do Programa IsF (NucLi), da Faculdade de Letras Estrangeiras Modernas (Falem), dos Cursos Livres, bem como estudantes, servidores e professores de idiomas da Educação Básica, que participarem das atividades ofertadas pelo NucLi-IsF da UFPA. O horário de funcionamento é de 8h às 20h, de segunda a sexta. 

Texto: Ericka Pinto – Assessoria de Comunicação da UFPA 
Fotos: Alexandre de Moraes

Web_Cams_Travel